sábado, 01 novembro, 2014. 08:14 UTC

Moçambique

Moçambique precisa de 15 milhões de dólares de ajuda de emergência

Cheias causaram pelo menos 69 mortos e destruição em larga escala

EUA ajudam vítimas das cheias em Moçambique
EUA ajudam vítimas das cheias em Moçambique
A Organização das Nações Unidas (ONU) vai lançar a qualquer momento, um apelo internacional de ajuda para assegurar assistência humanitária para vítimas das cheias que afectam o centro e o sul de Moçambique.



Segundo um comunicado de imprensa emitido sexta-feira pela delegação da ONU em Maputo, está em curso, junto dos parceiros, a revisão da situação no terreno, para permitir um rápido apelo adicional de ajuda do Fundo Central de Resposta a Emergências, para permitir uma intervenção para salvar vidas.

Estimas provisórias apontam para pelo menos USD 15 milhões adicionais necessários para responder a actual emergência no país, valor que corresponde ao triplo do que o governo disponibilizou para o Plano de Contingência.

“Em consultas com o governo moçambicano, vamos lançar um apelo aos nossos doadores para disponibilizarem de imediato fundos adicionais para ajudar a responder a esta emergência”, indica o comunicado da ONU em Moçambique.

Os números actuais apontam para uma situação que está no escalão de drama humanitário nas zonas afectadas, com destaque para Guijá e Chókwè, na província de Gaza.

São 117 mil deslocados, 69 mortos e alguns desaparecidos, que se acredita terem sido arrastados pela força das águas do rio Limpopo, o maior curso de água da zona sul.

Em alguns distritos de Gaza, o governo está já a preparar a criação de pontes aéreas para fazer chegar a assistência aos afectados, por causa da inacessibilidade rodoviária em que se encontram.

Depois de dois dias com a ligação rodoviária entre o sul e o resto do país cortada, devido as inundações na cidade do Xai-Xai, a estrada nacional número 1 reabriu ao tráfego na madrugada de segunda-feira.

Neste momento as autoridades preparam o anúncio do fim do apelo de evacuação que havia sido lançado para Xai-Xai, o que vai permitir as famílias que haviam abandonado a baixa daquela cidade, o regresso as suas casas.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Galeria de fotos Em Moçambique ganha a abstenção - Veja os resultados por província

Os dados fornecidos pelo CIP revelam que dos perto de 11 mil eleitores, apenas quatro mil votaram em Moçambique


Galeria de fotos Moçambique – Eleições 2014 Dhlakama, Nyusi e Simango

Resultados provisórios Dhlakama e Nyusi votaram em Maputo. Daviz Simango votou na Beira


Galeria de fotos Galeria de fotos do ouvinte Eleições Moçambique

Fotos enviadas pelos ouvintes da VOA que nos acompanham pelo WhatsApp +1 908 652 4584



Manifesto Eleitoral do MDM

Manifesto Eleitoral da RENAMO

Manifesto Eleitoral da FRELIMO