Links de Acesso

Veteranos da FNLA dizem que são discriminados

  • Redacção VOA

Antigos combatentes dizem que foram abandonados pelo Governo.

Antigos combatentes da FNLA dizem-se discriminados e exigem os mesmos direitos que outros que lutaram pela libertação de Angola.

Membros da Associação dos Antigos Combatentes do primeiro movimento nacionalista angolano manifestam-se indignados por, alegadamente, terem sido abandonados pelo Governo de quem dizem não usufruir qualquer apoio social.

Num comunicado publicado em Luanda por ocasião do dia da Independência comemorado ontem, 11, os antigos integrantes do Exército de Libertação Nacional de Angola (ELNA) exigem pensões de reforma iguais às que beneficiam actualmente os que combateram ao lado do MPLA e da Unita.

O porta-voz da associação, Filipe Gil, disse à VOA que o Governo não os apoia por falta de vontade política.

A FNLA foi o primeiro movimento nacionalista a iniciar a luta de libertação de Angola e também o primeiro a abandonar a via armada para a tomada do poder das mãos do MPLA, depois que esta força política proclamou a Independência do país em 1975.

XS
SM
MD
LG