Links de Acesso

Trump precisa aprender sobre Europa e representa risco para relações, diz Juncker


A eleição de Donald Trump como Presidente dos Estados Unidos representa riscos para a relação entre a União Europeia e os EUA, disse o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, nesta sexta-feira, 11.

O surpreendente vencedor das eleições norte-americanas de terça-feira, 8 de Novembro ignora a UE e o seu funcionamento, afirmou Juncker a estudantes numa conferência no Luxemburgo.

"A eleição de Trump coloca o risco de perturbar as relações intercontinentais em sua fundação e na sua estrutura", disse Juncker, que como chefe do executivo da UE é uma das figuras políticas mais poderosas da Europa.

As suas declarações contundentes reflectiram o choque generalizado e a preocupação entre os europeus sobre a eleição de Trump, que entre outras declarações elogiou o Presidente russo Vladimir Putin e questionou o princípio de defesa coletiva na NATO.

Os seus comentários contrastaram com reacções mais diplomáticas de líderes europeus que disseram esperar trabalhar com o próximo Presidente republicano.

Juncker alertou contra as consequências "nocivas" das declarações de Trump sobre a política de segurança. Ele também lembrou uma declaração de Trump em que ele parecia pensar que a Bélgica, país que abriga a sede da UE e da NATO, era uma cidade.

"Teremos de ensinar ao Presidente eleito o que é a Europa e como ela funciona", disse ele, acrescentando que os norte-americanos geralmente não têm interesse na Europa.

"Penso que vamos desperdiçar dois anos antes de Trump visitar o mundo que ele não conhece", disse Juncker, que na quinta-feira já havia levantado dúvidas sobre as opiniões de Trump a respeito do comércio global, política climática e segurança ocidental.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG