Links de Acesso

Taxistas detidos começam a comparecer aos tribunais em Luanda

  • Coque Mukuta

Sindicato diz que reivindicações estão a ser negociadas com o Governo

Mais de uma centena de taxistas de Luanda começaram nesta terça-feira a comparecer em tribunal, acusados de responsabilidade em distúrbios que eclodiram durante a greve de ontem.

Enquanto isto, o sindicato dos taxistas garante que estão em curso negociações com o Governo para tentar resolver as suas revindicações.

Os taxistas protestavam contra a falta de paragens de carga e descarga e a recusa das autoridades em actualizar os preços das rotas, depois do aumento dos preços dos combustíveis.

O presidente da Associação dos Taxistas de Luanda, Manuel Faustino, disse esperar que "as negociações sejam concluídas antes do fim-de-semana".

Os 143 taxistas presos deveriam ter comparecido em vários tribunais de Luanda, mas apenas o tribunal municipal do Kilamba Kiaxi começou a julgar alguns condutores.

Antes, tinha sido anunciado que os taxistas seriam julgados em vários tribunais, mas nenhum deles foi apresentado ao Tribunal da Ingombota, Tribunal de Viana ou ao Tribunal de Viana.

XS
SM
MD
LG