Links de Acesso

Taxistas fazem greve em Luanda

  • VOA Português

Greve de taxistas em Luanda

Greve de taxistas em Luanda

Protestam contra redução de postos de carga e descarga e manutenção da tarifa; alguns foram presos.

Centenas de taxistas estão em greve nesta segunda-feira em Luanda como forma de protesto contra a redução de postos de carga e descarga e a recusa das autoridades em actualizar as tarifas.

Além de as distâncias serem maiores devido à redução dos postos de carga e descarga, os taxistas dizem estar a sofrer com o aumento do preço do combustível.

“A viagem já não compensa porque pagamos por mais combustível, enquanto a tarifa mantém-se a mesma”, lamenta um taxista em greve que, à semelhança dos seus colegas, mantém as luzes do carro em sinal intermitente e cartaz na viatura.

Entretanto, há taxistas que não aderiram à greve e que estão a ser assediados e persuadidos para não trabalhar.

Esta situação, segundo a polícia, tem provocado conflitos entre grevistas e não grevistas, com os primeiros a partir os vidros dos carros dos colegas e a colocar fogo nas vias.

A polícia fez várias prisões, mas não revelou o número de detidos.

Quem está a lucrar com a greve são os kupapatas (moto-taxistas).

(Em actualização)

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG