Links de Acesso

PRS exige que raptores de Cassule e Kamulingue sejam levados à justiça

  • Manuel José

Activistas estavam a exercer os seus direitos constitucionais quando foram raptados, diz o partido que assinalou o seu 23o aniversário na Lunda Norte

O secretario Nacional para os Assuntos Políticos do Partido da Renovação Social Manuel Muxitu disse na Lunda Norte que Cassule e Kamulingue foram raptados e mortos por estarem a exercer os seus direitos constitucionais, em Maio do ano passado quando organizavam manifestações de ex militares.

Por isso, o PRS quer que os responsáveis pelo rapto e morte dos activistas sejam levados á justiça.

"Esperemos que se faça justiça aos responsáveis pelo assassinato de Cassule e Kamulingue que apenas exerciam um direito constitucional", disse Manuel Muxitu.

Aquele dirigente falava no Cuango, na Lunda Norte, nas cerimónias que assinalaram os 23 anos do seu partido e fez notar que 38 depois da Independência de Angola a população do Cuango continua a viver em extrema pobreza, sem água potável nem energia eléctrica.


O Partido de Renovação Social é a quarta maior forca política angolana e escolheu a zona diamantifera de Cafunfo, município do Cuango na Lunda-Norte, para os festejos deste ano de mais um aniversario do partido.

Aquele dirigente do PRS disse à Voz da América que apesar da região ser potencialmente rica em diamantes, a população não beneficia desta riqueza.

“As pessoas levam uma vida degradante", concluiu.

Como exemplo, desta pobreza, o Secretário para os Assuntos Políticos do PRS apontou a falta de agua potável, a energia eléctrica e a ausência de estradas na região.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG