Links de Acesso

Moçambique: Guebuza confirma apreensão de armas e acusa a Renano pelos ataques

  • Redacção VOA

Mozambique Moçambique Presidente Armando Guebuza comautoridades tradicionais em Sofala

Mozambique Moçambique Presidente Armando Guebuza comautoridades tradicionais em Sofala

Presidente moçambicano garantiu que as forças governamentais só têm estado a responder aos ataques dos homens da Renamo e justificou a compra de meios aéreos para o exército.

Em declrações à imprensa em Moçambique, o presidente Armando Guebuza disse que as forças governamentais estão apenas a responder os ataques da Renamo.

O presidente moçambicano corroborou igualmente o anúncio do Comandante-Geral da polícia de Moçambique sobre apreensões de armas, em assaltos feitos às instalações da Renamo e a residências dos seus membros.


O Comandante-Geral da Polícia da República de Moçambique Jorge Khalau, disse hoje que a polícia encontrou um esconderijo de armas em casa do pai de Afonso Dhlakama, líder da Renamo, na região de Mangunde na semana passada.

Um anúncio entretanto desmentido hoje pelo partido Renamo através do seu porta-voz Fernando Mazanga.

Segundo Mazanga, a falta de imagens na imprensa local dessas aprensões confirma a falsidade da notícia.

O presidente moçambicano também respondeu às críticas segundo as quais as forças moçambicanas estão a equipar-se com novo arsenal bélico para fazer frente aos ataques.


Tudo tem a ver com informações recentes de que o exército teria recebido uma vintena de helicópteros e aviões militares para combater os homens da Renamo.
XS
SM
MD
LG