Links de Acesso

Obama lança-se em campanha por Hillary Clinton

  • Redacção VOA

Barack Obama e Hillary Clinton

Barack Obama e Hillary Clinton

O Presidente americano Barack Obama participa nesta terça-feira, 5, na primeira acção de campanha a favor da candidata democrata às eleições de Novembro, Hillary Clinton.

No discurso de Junho de 2008, no qual reconheceu a derrota na disputa pela indicação do Partido Democrata para disputar a Presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton prometeu fazer tudo que pudesse para levar Barack Obama à Casa Branca.

Nesta terça-feira, ele irá devolver o favor.

Depois de meses nos bastidores enquanto a sua ex-secretária de Estado competia com o senador Bernie Sanders para se tornar a indicada do Partido Democrata, Obama agora sairá em campanha para fazer o que deve ser a primeira de muitas viagens para estimular os eleitores a transformar a sua outrora rival em sucessora.

Obama declarou apoio a Hillary no mês passado com um vídeo contundente, no qual afirmou que ninguém tem mais qualificação do que ela para o posto.

"Eu vi o seu discernimento, eu vi a sua dureza, eu vi o seu comprometimento com nossos valores de perto", disse Obama no vídeo, adiantando: "Estou com ela. Estou empolgado, e mal posso esperar para sair em campanha para Hillary".

Ele começará na Carolina do Norte, Estado em que venceu na eleição de 2008, mas perdeu por pouco em 2012 e que Hillary quer reconquistar para os democratas em 2016.

A primeira participação de Obama em campanha com a ex-primeira-dama irá fechar uma espécie de ciclo de uma relação que começou cordialmente quando ambos eram colegas no Senado, ficou tensa durante a corrida presidencial de 2008 e se estreitou durante o Governo de Obama, no qual ela foi secretária de Estado.

"(Ele) aprendeu a dar valor à dureza dela sob pressão e ao seu comprometimento com uma série de valores que o Presidente compartilha (...) estes valores são a razão principal para o Presidente acreditar que ela é a melhor pessoa para sucedê-lo", disse o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, na sexta-feira, 1.

O foco de Obama na força do carácter de Hillary Clinton visa angariar o apoio dos eleitores que não a consideram confiável, uma debilidade que o provável candidato presidencial republicano Donald Trump tem procurado explorar.

Hillary Clinton também precisa de Obama para atrair o eleitorado jovem e de inclinação esquerdista que apoiou Sanders e representou parte da coligação dos eleitores do Presidente em 2008 e 2012.

XS
SM
MD
LG