Links de Acesso

MPLA preocupado com comportamento de militantes no Uíge


Miitantes do MPLA

Miitantes do MPLA

Primeiro secretário diz existir tribalismo e intrigas

No Uíge, o dirigente local do MPLA Paulo Pombolo alertou contra o que disse serem actos tribalistas e acções que causam divisão no seio partido.

Paulo Pombolo que falava à rádio local aquando da realização da 13ª sessão plenária do MPLA, disse que continuam a registar-se no seio dos seus militantes elementos que trabalham contra as estratégias do partido.

“Quando alguns procuram consolidar os ganhos alcançados pelo partido e revelam-se estar preparados para os desafios vindouros, continuamos a registrar no nosso seio camaradas que trabalham contra esta importante estratégia do MPLA”, denunciou.

De acordo com o primeiro secretário provincial do partido no poder esses elementos criam e orientam grupos com a principal missão de dificultar o trabalho do partido e combater contra os dirigentes no poder.

“Esses camaradas reúnem fisicamente e às vezes coordenam estratégias por telefone para destruir outros colegas e abater a liderança do partido, e esse exercício maléfico às vezes conta com camaradas bem posicionados nos órgãos executivos do partido e do governo e o fazem de forma camuflada”, acrescentou.

Além das acções que causam divisões e contenda no seio do MPLA, Pombolo apontou igualmente a existência de militantes que promovem actos de tribalismo, baseando-se nos aspectos linguísticos existentes na região, pelo que considerou um aspecto negativo no seio do partido dos camaradas.

“Por isso é preciso continuar a combater este tipo de comportamento para salvarmos o partido neste tipo de vícios”, conclui aquele responsável do partido no poder no Uíge.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG