Links de Acesso

Gigantescas reservas de ferro e titânio em Tete

  • William Mapote

Escavadora em acção em Tete

Escavadora em acção em Tete

A província moçambicana de Tete poderá em breve tornar-se no maior centro industrial do país, algo de impensável até muito recentemente.



Esta possibilidade ganhou nova dimensão depois da ministra dos Recursos Minerais ter anunciado a descoberta de enormes reservas de ferro e titânio na província central de Tete.

Tete tinha já entrado no mapa mundial devido ao elevado potencial de carvão, que já entrou na fase parcial de exportações.

Segundo revelações de Esperança Bias, citada pela imprensa nacional, são milhares de toneladas de reservas de ferro e titânio descobertas com as quais se projecta a implantação de uma fábrica de fundição, a partir de 2016.

Segundo a ministra, decorrem neste momento, estudos de viabilidade que vão permitir o relançamento da indústria siderúrgica e de fundição em Moçambique, que entrou em colapso na década de 1990, como resultado da implementação do Programa de Restruturação Económica.

Sem revelar detalhes, Bias disse que a fábrica será construída 50 quilómetros fora da cidade de Tete, num investimento previsto de cerca de 700 milhões de dólares.

Com a materialização desta nova indústria, a província de Tete vai se tornar no maior centro industrial do país e pela sua dimensão, alguns analistas já prevêem problemas estruturais graves em termos ambientais e habitacionais.
XS
SM
MD
LG