Links de Acesso

Ministério Público espanhol pede 10 anos e meio de prisão para Samuel Eto´o

  • Redacção VOA

Samuel Eto´o

Samuel Eto´o

Jogador é acusado de fraude fiscal e procuradoria exige ainda uma multa de 14 milhões de euros.

O Ministério Público de Espanha (MPE) pediu uma pena de 10 anos e meio de prisão para o jogador camaronês Samuel Eto'o por fraude fiscal, no valor de 3,5 milhões de euros, cometida nos anos em que o atleta esteve ao serviço do Barcelona, entre 2006 e 2009.

A notícia revelada nesta quinta-feira, 24, pelo jornal El País diz que a procuradoria quer ainda que Eto´o pague uma multa de 14 milhões de euros.

O agente espanhol Josep Maria Mesalles, representante do internacional camaronês, é também acusado dos mesmos crimes.

O processo tem origem na gestão de direitos de imagem.

O fisco espanhol conseguiu provar que Eto'o simulou a venda dos seus direitos de imagem a duas empresas, uma espanhola e outra húngara, de forma a impedir que o dinheiro que recebia de patrocínio por parte de uma marca de equipamentos desportivos fosse tributado no país.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG