Links de Acesso

Epidemia de cólera em Moçambique

  • William Mapote

Maputo, Matola e Nampula são as cidades mais afectadas

Maputo, Matola e Nampula são as cidades mais afectadas

Ministério da Saúde revela 216 doentes e uma morte

O Ministério da Saúde anunciou nesta quinta-feira, 16, a eclosão de uma epidemia de cólera em duas províncias de Moçambique.

Dados divulgados pela directora nacional adjunta de Saúde Pública indicam a existência de 216 doentes com cólera e já foi confirmada uma morte.

Em conferência de imprensa em Maputo, Maria Benigna Matsinha revelou que as zonas afectadas são as cidades da Maputo, Matola e Nampula.

A directora afastou uma ligação directa entre a actual crise de água que afecta as cidades de Maputo e Matola e eclosão da cólera, que, para ela, é um dos efeitos da época chuvosa em curso.

A cidade do Maputo não registava casos de cólera há pelo menos três anos.

Além dos casos de cólera, Matsinha revelou ainda que 226 pessoas perderam a vida este ano devido à malária e doenças diarreicas, de um total de 900 mil casos de doentes registados.

A par destas doenças, a Sida e a tuberculose continuam a ser uma grande preocupação.

Dados da ONUSIDA indicam que em 2015, dos cerca de 60 mil novos casos de tuberculose registados em Moçambique, 51 por cento viviam com o vírus do HIV.

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG