Links de Acesso

Casa-CE acusa autoridades do Namibe de tentarem sabotar visita de Chivukuvuku

  • Armando Chicoca

Abel Chivukuvuku ( segundo à esquerda) no Namibe

Abel Chivukuvuku ( segundo à esquerda) no Namibe

Rumores postos a circular diziam que líder da Casa-Ce estaria infectado com o vírus do Ébola.

A Casa-CE acusou as autoridades na província do Namibe de tentarem sabotar a visita do seu presidente ao interior da província ordenando o encerramento de estações de gasolina. A acusação vai mais longe porque segundo o partido da oposição houve rumores indicam que o dirigente poderia estar infectado com ébola.

O líder da Casa- CE Abel Chivukuvuku encontra-se de visita ao Namibe desde o passado dia 9 tendo já visitado a cidade do Namibe, Bibala Camucuio e Tombwa.

O secretário provincial do partido Sampaio Mukanda acusou o Administrador Municipal Adjunto Mário Tyova de ter mandado bloquear as bombas de combustíveis da Sonangol e as hospedarias.

“Encontramos no município da Bibala uma população bastante alegre com o presidente Chivukuvuku, ofereceram-nos um boi, abateram-no e comemos carne durante toda a noite, com esta população convivemos, mas o pior foi o facto de o Administrador Municipal Adjunto Mário Tyova ter dado ordens de bloqueio das bombas de combustível da Sonangol e de quartos”, acusou.

Segundo Mukanda, tudo tinha como objectivo "inviabilizar a nossa deslocação ao município do Camucuio, mas utilizamos outras tácticas e conseguimos ultrapassar a falta de combustível”.

Ontem, quarta-feira, Chivukuvuku enfrentou o segundo obstáculo na sua jornada de campo, desta feita no município do Camucuio, onde o Administrador Municipal e primeiro secretário daquele município Manuel Sombo é acusado por jovens, professores, enfermeiros e vendedores do mercado informal de ter mandado desarticular tudo com o pretexto de que Chivukuvuku encontrasse ninguém no hospital, escolas ou mercado, como forma de evitar a contaminação do ébola

“Incitaram as comunidades ileteradas e desarticularam o mercado informal dizendo que o presidente Chivukuvuku padecia de uma doença chamada ébola que veio do Congo e que quem o saudasse ficaria contaminado e morreria”, afirmou o dirigente provincial da Casa-CE.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG