Links de Acesso

Estados Unidos suspendem ajuda militar ao Paquistão


Estados Unidos suspendem ajuda militar ao Paquistão

Estados Unidos suspendem ajuda militar ao Paquistão

No ano passado Washington dispendeu 2,7 mil milhões de dólares de apoio militar à Islamabad

O Director de Gabinete da Casa Branca disse que os Estados Unidos vão suspender 800 milhões de dólares de ajuda militar ao Paquistão.

A decisão surge numa altura em que os dois países tentam melhorar as relações bilaterais após a morte por forças americanas do líder da al-Qaida, Ossama Bin Laden no seu esconderijo no Paquistão.

O director de gabinete do presidente Obama reagia a um artigo do Jornal The New York Times, que revelou a suspensão pelo governo de centenas de milhões de dólares de ajuda militar ao Paquistão.

William Daley disse que enquanto as relações entre os Estados Unidos e o Paquistão forem complexas e difíceis, deve-se fazer de tudo para a sua normalização.

“Eles têm sido um importante aliado na luta contra o terrorismo. Têm sido vítimas de numerosos actos terroristas. Mas agora tomaram umas medidas que nos dão a razão em fazer uma pausa em algumas das ajudas que prestávamos ao sector militar. E estamos a tentar trabalhar a partir desta decisão.”

William Daley falava ontem na televisão ABC no programa “This Week - A Semana”.

O director de gabinete da Casa Branca não especificou os passos que estavam a ser dados pelo Paquistão para justificar esta suspensão de ajuda. Responsáveis americanos têm sido citados tratar-se de uma resposta a decisão do governo paquistanês em expulsar instrutores militares americanos e de condicionar a atribuição de vistos de permanência a profissionais americanos entre outras acções.

Analistas dizem entretanto que esta medida da administração americana destina-se a pressionar o Paquistão a cooperar ainda mais com os Estados Unidos na luta contra militantes terroristas.

Marvin Weinbaum é docente no Instituto do Médio Oriente, sediado aqui em Washington.

“A dificuldade é que existem entre o publico paquistanês e mesmo no seio das forças armadas, muitas pessoas que não se importam sobre a ajuda militar americana ou de outras assistências quanto a questão do terrorismo.”

Weinbaum diz que a suspensão da ajuda americana poderá complicar os esforços do Paquistão em combater os terroristas ao longo das suas fronteiras.

No ano passado, de acordo com um relatório do Congresso americano, os Estados Unidos atribuíram ao Paquistão cerca de 4,5 mil milhões de dólares de ajuda militar e civil. O sector militar ficou com mais de metade desse fundo no equivalente a 2,7 mil milhões de dólares.

XS
SM
MD
LG