Links de Acesso

Novo aumento dos combustíveis penaliza ainda mais o consumidor angolano

  • Manuel José

Associação de defesa do comsumidor diz que angolanos devem enviar petições a pedir "revisão" dos aumentos dos combustveis

Os preços de bens e serviços vão aumentar em Angola na sequência do recente aumento dos preços dos combustíveis, avisou a Associação Angolana dos Direitos do Consumidor (AADIC).

Os preços dos combustíveis aumentaram em cerca de 100 por cento em apenas sete meses, resultado da redução dos subsídios estatais. Nesse período, a gasolina subiu 91 por cento e o gasóleo 125 por cento.

O mais recente aumento aconteceu na noite do passado dia 30 de Abril.

A AADIC diz que os cidadãos devem dirigir uma petição ao Ministério das Finanças para corrigir medida de subida do preço dos combustíveis e enviar petições ao Governo para “revisão” das medidas.

"A subida do preço dos combustíveis vai mexer com todos os outros preços de bens e serviços, por isso o cidadão deve se dirigir ao ministério das Finanças e fazer uma petição”, pediu Diógenes de Oliveira, da AADIC.

Oliveira apelou o Executivo para que faça uma consulta aos parceiros sociais sempre que desejar mexer em bens com preço fixo como é o caso dos combustíveis, por trata de produtos que afectam a vida de todos os cidadãos.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG