Links de Acesso

Demolições no Zango são ilegais, diz Mãos Livres

  • Coque Mukuta

Mais de 700 casas já foram destruídas

Proseguem as destruições em dois conhecidos bairros na zona do Zango e até agora 700 casas foram demolidas.

As demolições no último Sábado aparentemente porque as casas estão construídas ilegalmente.

A organização jurídica Mãos Livres disse que as demolições são ilegais porque só os tribunais as podem ordenar.

Habitantes dos bairros Walale, no Zango 2 e Zango 3, deslocaram-se na manhã Quarta-feira ao governo da província de Luanda, para protestarem contra as demolições das suas residencias mas não foram recebidos.

Na Segunda-feira, cerca de 30 moradores deslocaram-se à administração municipal de Viana mas também não tiveram sucesso.

Desesperados os moradores apelam á intervenção dos deputados das diversas bancadas parlamentares.

Salvador Freire Presidente da Associação Mãos Livres, lamentou a ausência dos deputados em situações onde realmente o povo precisa, e apelo á população abrir uma queixa contra os autores das demolições.

“A única coisa que tenho é lamentar os deputados e a procuradoria que a esta altura abandonam o povo que tanto precisam”, disse.

Freire disse ainda que apenas os tribunais têm a competência de desalojar as populações e lembra a directiva do governo angolano para se suspenderem as demolições.

“Apenas o tribunal deve desalojar seja qualquer fôr o conflito” disse

A VOA sabe que situação já repousa na mesa do vice-presidente do MPLA, Roberto de Almeida.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG