Links de Acesso

África: Nova vacina contra sarampo e rubéola disponível dentro em breve

  • Eduardo Ferro

O sarampo mata todos os anos 158 mil pessoas através do Mundo, na sua maior parte crianças com menos de 5 anos de idade.

O principal centro de pesquisa biomédica do Brasil, a Fundação Osvaldo Cruz, vai produzir uma vacina dupla contra o sarampo e a rubéola para utilização nos países em desenvolvimento, especialmente em África.

A primeira vacina brasileira criada especialmente para exportação será produzida pela Bio-Manguinhos, um departamento daquela fundação, e em parceria com a Fundação Bill e Melinda Gates, dos Estados Unidos.

O Brasil, à semelhança de outros países emergentes como a China ou a Índia, está a investir na área das ciências biológicas com o objectivo de produzir e fornecer medicamentos aos países em desenvolvimento a um preço mais baixo do que aqueles que são produzidos nos países industrializados.

O sarampo mata todos os anos 158 mil pessoas através do Mundo, na sua maior parte crianças com menos de 5 anos de idade. Quanto à rubéola pode causar sérios problemas às mulheres grávidas e aos seus bebés.

Para nos falar sobre a nova vacina contactámos o director da Bio-Manguinhos, Artur Couto.
XS
SM
MD
LG