Links de Acesso

Washington DC: Activistas realizam protesto antivacinas no Lincoln Memorial


Manifestante antivacina, Nova Iorque

Até agora, foram registadas 349,3 milhões de infecções por COVID, e 5,6 milhões de mortes

Activistas antivacinas programaram uma manifestação, neste domingo (23), no Lincoln Memorial, em Washington DC.

O argumento antivacinas é defendido por vários grupos americanos, incluindo políticos, funcionários de escolas, atletas profissionais e profissionais de saúde.

As autoridades de saúde pública dizem que cerca de 20% de adultos dos EUA não estão vacinados contra a Covid-19.

Reforço da vacina COVID-19: Qual o argumento dos EUA?
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:05 0:00

A marcha de Washington surge depois de protestos contra certificados da vacina Covid-19, realizados em várias capitais europeias no sábado, 22.

Milhares de pessoas compareceram em Estocolmo para se manifestar contra certificados de vacina necessários para ir a locais fechados com a capacidade de 50 ou mais pessoas.

Manifestantes tomaram as ruas de Paris para protestar contra o novo documento que entrará em vigor na segunda-feira (24), que reduzirá as actividades de indivíduos não vacinados, restringindo a sua capacidade de viajar e ir a locais de entretenimento, incluindo bares, cinemas e eventos desportivos.

Manifestantes em Helsínquia, capital da Finlândia, protestaram contra os certificados de vacinação que podem ser exigidos para entrar em restaurantes e outros eventos.

De acordo com a Associated Press, eles também se manifestaram contra a medida do governo finlandês que dá às autoridades locais e regionais a capacidade de adoptar medidas abrangentes para combater a variante omicron.

Máscaras na escola

Enquanto isso, no estado americano da Virgínia, uma mulher foi acusada de contravenção depois de ameaçar levar armas para a escola dos seus filhos, por causa do mandato contínuo de uso de máscaras escolares por um conselho escolar.

“Os meus filhos não virão à escola, na segunda-feira, com máscaras, certo? (…) Isso não vai acontecer, e vou trazer todas as armas carregadas e prontas (…) até segunda-feira,” disse Amelia King, na quinta-feira, numa reunião do conselho escolar.

Os funcionários da escola alertaram as autoridades sobre os comentários da senhora King.

O Centro de Recursos de Coronavírus da Johns Hopkins informou no início do domingo que até agora foram registados 349,3 milhões de infecções por COVID, e 5,6 milhões de mortes. O Centro disse que cerca de 10 bilhões de vacinas COVID foram administradas.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG