Links de Acesso

"Ventos do Sul", publicação quer dar voz ao Sul de Angola


Nova revista foi lançada no Lubango

Revista pretende cobrir Huíla, Cuando-Cubango, Namibe e Cunene

As Edições Novembro lançaram na quarta-feira, 10, no Lubango o Ventos do Sul, título inicialmente de periocidade mensal que vai abordar os diversos assuntos noticiosos das províncias da Huíla, Cuando-Cubango, Namibe e Cunene.

A publicação, que se quer dinâmica, vai reflectir o dia-a-dia da região, segundo os seus promotores.

"Ventos do Sul", publicação quer dar voz ao Sul de Angola - 1:50
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:42 0:00

“Estamos certos que no quesito matéria-prima ou seja na quantidade de acontecimentos haverá um manancial de informações que podem e devem ser tratadas jornalisticamente para conhecimentos dos leitores através das páginas do jornal Ventos do Sul», afirma Presidente do Conselho de Administração, (PCA) das Edições Novembro, Víctor Silva.

Por seu lado, o governador do Cunene, Vigílio Tyova, enaltece a iniciativa porque “vai permitir que as notícias do Cunene possam ser publicadas sem restrições de maior».

Luís Nunes, governador da província da Huíla, vê na nova publicação “uma porta especial que se abre para espelhar os passos em curso nos vários sectores em prol do bem-estar das populações da região sul e não só.»

Presente no lançamento da revista, o ministro da Comunicação Social, João Melo, aproveitou a ocasião para apelar o empresariado a investir na imprensa regional com a melhoria que se espera do ambiente económico em face das medidas em curso.

Sobre o título, João Melo considera que“trata-se de reforçar, ampliar, fomentar a imprensa regional angolana».

Criar jornais regionais em alguns pontos do país contando com os mesmos profissionais que sustentam o diário oficial Jornal de Angola sem grandes custos com o pessoal é a estratégia das Edições Novembro.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG