Links de Acesso

Vaticano aceita resignação de Arcebispo americano acusado de abuso sexual


Cardeal Theodore McCarrick

O antigo arcebispo de Washington, Theodore McCarrick, que enfrenta acusações de abuso sexual, resignou à sua posição de cardeal, disse o Vaticano, neste Sábado, 28 de Julho.

O Vaticano emitiu um comunicado dizendo que o Papa Francisco aceitou o pedido de resignação.

McCarrick, uma das figuras mais proeminentes da igreja Católica, foi acusado de abuser sexualmente um adolescente há quase 50 anos, quando ele era padre em Nova Iorque. Clérigos Americanos determinaram no mês passado que as acusações são credíveis.

Entretanto surgiram mais acusações de abuso sexual e assédio, por parte do cardeal durante décadas.

Entre as vítimas está um menor e três adultos que foram seminaristas ou jovens padres quando o abuso aconteceu. Vários homens alegam que McCarrick os obrigou a dormirem com ele numa casa de praia em Nova Jérsia.

Morreu o Cardeal Bernard Law, símbolo da crise de abusos sexuais da Igreja Católica

McCarrick, de 88 anos, é o mais alto membro do clérigo na igreja Católica americana a ser removido do seu cargo devido a acusações de abuso sexual.

A resignação de McCarrick foi particularmente surpreendente porque ele era muito respeitado e foi durante muito tempo o embaixador da igreja Católica, confidente de Papas e de presidentes americanos.

McCarrick diz não ter qualquer memória de abusar o adolescente há 50 anos.

O Papa Francisco ordenou Theodore McCarrick a isolar-se e manter-se em oração até a igreja considerar repreensões adicionais contra ele.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG