Links de Acesso

UNITA sugere uso de centralidades para famílias desalojadas pelas chuvas


Adalberto Costa Júnior, presidente da Unita, homenageia uma das vítimas das chuvas em Luanda, Angola

Adalberto Costa Júnior visita áreas e famílias afectadas pelas chuvas em Luanda

O presidente da UNITA, Adalberto Costa Júnior, sugeriu a atribuição das residências das centralidades em Luanda às vítimas das enxurradas, durante uma visita às áreas afectadas pelas chuvas que causaram na terça-feira, 14 mortos e destruíram casas de cerca de 8.000 famílias.

Presidente da UNITA pede ajuda para desalojados das chuvas em Luanda – 1:40
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:40 0:00

Costa Júnior disse que com “tantas centralidades vazias” é justo perguntar "por que é que estas famílias que ficaram sem as suas casas não têm a prioridade, o privilégio de poderem receber a a solidariedade das instituições ainda que negoceiem o pagamento à posteriori, pagando faseado”.

“Pensamos que é necessário o apoio do Estado", sublinhou.

O líder da oposição aproveitou o momento para apelar a um trabalho de fundo nas obras feitas em Luanda para que as chuvas não continuem a matar e fez notar que uma vala no local de grande dimensão se enche e transborda “tudo porque há uma construção que tapa lá mais para frente”.

“Esperamos que não repitamos essa situação nas próximas chuvas", concluiu o presidente da UNITA, que prestou a sua homenagem às vítimas das chuvas que abateram sobre a capital angolana durante sete horas.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG