Links de Acesso

UNITA denuncia registo eleitoral de congoleses em Cabinda

  • Redacção VOA

Eleições acontecem em Agosto em Angola

Partido da oposição diz que MPLA está a distribuir bilhetes de identificação e cartões de eleitores.

A UNITA acusa o MPLA de mobilizar cidadãos da República Democrática do Congo para se registarem de forma ilegal em Cabinda, através da atribuição de identificação.

A denúncia é do secretário provincial do principal partido da oposição em Cabinda, Estevão Neto, para quem “começaram a atribuir aos cidadãos congoleses bilhetes de identificação e cartões de eleitores para votarem em Agosto”.

"Muitos congoleses estão alegres porque estão a conseguir com facilidade a nacionalidade angolana por meio de recrutamento na praça de São Pedro e nas ruas", lê-se numa declaração divulgada pela UNITA.

O secretário provincial avisou que a UNITA tem equipas de vigilantes durante as noites nos arredores das Administrações Municipais que vão surpreender essas pessoas "em flagrante delito".

Neto conclui dizendo que a UNITA não vai aceitar "qualquer resultado fraudulento", porque "suportámos em 1992, 2008 e em 2012".

"Desta vez, não queremos cenas que provoquem instabilidade política", advertiu Neto.

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG