Links de Acesso

União Europeia realiza ponte aérea para Moçambique com ajuda humanitária


Cabo Delgado, centro desportivo de Pemba acolhe deslocados

Primeiro dos três voos com destino a Pemba é a 3 de Julho

A União Europeia (UE) realiza no dia 3 de Julho o primeiro de três voos com ajuda humanitária para Moçambique ante a “situação humanitária em Cabo Delgado”, que “continua a deteriorar-se a um ritmo alarmante”.

Em comunicado divulgado nesta quarta-feira, 30, na página na Comissão Europeia, o comissário para a Gestão de Crises, Janez Lenarcic, alertou “ser essencial que o acesso humanitário total seja concedido em partes críticas de Moçambique para salvar vidas”.

O anúncio foi feito à margem do encontro dos ministros do Desenvolvimento dos países do G20, que decorre hoje em Brindisi, Itália, de onde devem sair os três voos com "ajuda humanitária adicional".

“Estamos a enviar um novo voo da Ponte Aérea Humanitária financiado pela UE para obter ajuda vital a esta parte do país de difícil acesso. Agradeço a Itália e Portugal pelo fornecimento do equipamento médico e da carga humanitária do voo”, acrescentou Janez Lenarcic.

Os voos terão por destino a cidade de Pemba, na província de Cabo Delgado.

O comissário europeu lembra que “desde o início de 2021, a UE mobilizou mais de 17 milhões de euros em financiamento humanitário para Moçambique, principalmente para fazer face às consequências do conflito interno em curso”.

Lenarcic reitera que a ajuda visa “aliviar o sofrimento da população afectada, incluindo os deslocados internos e as comunidades de acolhimento, fornecer educação às crianças e, ao mesmo tempo, preparra melhor as comunidades para lidar com as catástrofes naturais.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG