Links de Acesso

Uhuru Kenyatta diz que a operação acabou e que 14 pessoas morreram


Uhuru Kenyatta

Presidente queniano afirma que país não será "um lugar impróprio para terroristas"

O Presidente do Quénia afirmou nesta quarta-feira, 16, que as forças de segurança eliminaram os “terroristas” que atacaram um hotel e um edifício de escritórios ontem na capital Nairóbi, provocando a morte de 14 pessoas.

“A operação está completa e os terroristas foram eliminados, até este momento podemos confirmar a morte de 14 vidas inocentes nas mãos desses terroristas assassinos”, afirmou Uhuru Kenyatta.

Sem avançar o número de atacantes e quantos foram mortos, o Presidente reiterou que, “com os meios disponíveis e as armas da justiça”, o Governo continuará “a tomar todas as medidas para tornar a nação um lugar impróprio para grupos terroristas e suas redes”.

Imagens de segurança indicam a presença de pelo menos quatro atacantes.

O grupo radical islâmico Al-Shabab, que reivindicou o atentado, disse através da sua agência noticiosa Shahada que foram mortas 47 pessoas.

O assalto coordenado começou na terça-feira, 15, com uma explosão que atingiu três veículos junto a um banco e um bombista suicida que se fez explodir no átrio do hotel Dusit, junto de um edifício de escritórios na capital Nairóbi..

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG