Links de Acesso

Uganda recebe refugiados afegãos a pedido dos Estados Unidos


Chegada de refugiados afegãos no Uganga

Um voo com 51 afegãos que fugiram do seu país aterrou nesta quarta-feira, 25, em Entebe, no Uganda, onde terão um refúgio temporário.

Este acolhimento por parte do Governo do Uganda segue-se a um pedido de Washington que tenta colocar cidadãos afegãos "em risco" e outros que se encontram em trânsito para os Estados Unidos e outros países.

A imprensa nacional diz que o Uganda concordou em acolher cerca de dois mil refugiados afegãos, mas o Governo de Kampala ainda não confirmou a informação.

O Uganda acolhe uma das maiores populações de refugiados do mundo - quase 1,5 milhões, segundo a ONU -, na sua maioria do vizinho Sudão do Sul e da República Democrática do Congo.

O Governo do Ruanda disse também que planeia acolher dezenas de alunas e funcionários do único internato para raparigas do Afeganistão.

A embaixada dos EUA em Kampala agradeceu ao Uganda pelo acolhimento.

Retirada americana no prazo

Os aliados americanos dizem não ter outra escolha senão seguir o calendário de Washington de retirar as suas tropas do Afeganistão até 31 de Agosto, apesar de temerem que nem todos saiam a tempo.

Vários aliados da NATO estão a evacuar os seus cidadãos do aeroporto de Cabul, incluindo afegãos elegíveis que trabalharam para eles.

Muitos líderes do G-7, as sete maiores economias do mundo, tinham pedido ao Presidente dos EUA Joe Biden que prolongaasse o prazo de 31 de Agosto para a retirada das tropas americanas.

No entanto, num discurso televisivo na terça-feira, 24, após a cimeira do G-7, Biden deixou claro que os EUA vão a cumprir o calendário, embora tenha pedido ao Pentágono e ao Departamento de Estado "planos de contingência para ajustar o calendário, caso isso se torne necessário" .

Os talibãs também disseram que não permitirão qualquer extensão do prazo de 31 de Agosto.

Os governos do G-7 comprometeram-se a aumentar a ajuda humanitária e a assistência financeira ao Afeganistão e aos seus vizinhos.

A Uniao Europeia reservou condicionalmente 1,2 mil milhões de dólares para o Afeganistão para os próximos sete anos para ajuda ao desenvolvimento.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG