Links de Acesso

Tunisinos voltam às ruas em protesto contra "golpe de Estado"


Protestos em Tunes, Tunísia, 14 de Novembro de 2021

Políticos e cidadãos manifestaram-se contra o Presidente Kais Saied

Na Tunisia, mais de três mil pessoas manifestaram-se neste domingo, 14, em frente ao Parlamento, em Tunes, contra a tomada do poder por parte do Presidente em Julho, o que eles classificaram de "golpe" .

Não há informações de violência ou prisões.

Esta é a mais recente manifestação contra a decisão do Presidente Kais Saied, a 25 de Julho, de demitir o Governo, suspender o Parlamento e assumir quase todos os poderes, no berço da conhecida Primavera Árabe contra a autocracia.

Os manifestantes gritavam: "O povo quer derrubar o golpe de Estado" e rotularam o Presidente de "agente do colonialismo".

Alguns manifestantes empunharam cartazes com dizeres "Não à intimidação da midia" e "uma autoridade judicial independente".

Um destacado dirigente da esquerda, Jawhar Ben Mbarek, disse que “depois de fechar o Estado, Saied fechou as instituições, a constituição, e fechou o país”.

Nas redes sociais foram compartilhadas imagens de polícias com carros a impedir os manifestantes de chegar ao bairro do Bardo, onde fica o prédio do Parlamento.

Vários membros do partido Ennahdha, de inspiração islâmica, uma força importante no Parlamento dissolvido, estiveram na linha de frente dos protestos ao lado de representantes de esquerda, segurando cartazes em que se podia ler: "Deputados contra o golpe".

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG