Links de Acesso

Trump pede que Rússia, Síria e Irão parem com ataques na província síria de Idlib


Presidente americano diz que milhares vão morrer

O Presidente americano, Donald Trump, pediu aos governos da Rússia, Síria e Irão que interrompam a violência na província de Idlib, controlada pelos rebeldes na Síria.

"Rússia, Síria e Irão estão a matar, ou a caminho de matar, milhares" de civis na província noroeste, escreveu Trump no Twittter, nesta quinta-feira, 26.

"Não façam isso!", acrescentou.

Desde meados de Dezembro, quase 80 civis foram mortos por ataques aéreos e de artilharia, revela o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, que estima que mais de 40 mil pessoas foram deslocadas nas últimas semanas.

A Turquia pediu na terça-feira, 24, que os ataques "terminem imediatamente", depois de enviar uma delegação a Moscovo para discutir o assunto.

O porta-voz presidencial Ibrahim Kalin disse que Ancara está a pressionar por um novo cessar-fogo para substituir o Acordo de Paz, assinado em Agosto.

A propósito, Trump elogiou os esforços da Turquia, que, segundo ele, "está trabalhar muito para impedir esse massacre".

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG