Links de Acesso

Trump nomeia veterano diplomata para dirigir política africana


Tibor Nagy

Um destacado senador americano disse não prevêr problemas na aprovação da escolha da administração Trump para o cargo de Secretário de Estado Assistente para Assuntos Africanos.

A nomeação de Tibor Nagy, mais de um ano depois da entrada na Casa Branca do Presidente Donald Trump, foi anunciada na semana passada e deverá em breve ser alvo de uma audiência no Senado americano onde Nagy deverá fazer face a perguntas sobre a política da administração Trump para África.

Nagy foi um diplomata de carreira com vasta experiência em África tendo sido embaixador na Etiópia e Guiné Conackry.

O diplomata trabalhou também nas embaixadas americanas na Zambia, Seycheles, Togo, Camarões e Nigéria.

Ele foi também o especialista para questões africanas na campanha do Republicano Mitt Romney para a presidência em que este foi derrotado por Barack Obama em 2012

Actualmente ocupava a posição de vice-director da Universidade Técnica do Texas onde dirigia as actividades internacionais da instituição e ensinava sobre África.

O influente senador Republicano Jim Inhofe saudou a nomeação de Nagy afirmando estar convencido de uma “confirmação rápida pelo Senado”.

“Nagy terá muito sucesso em fazer avançar a política de “América primeiro” com base no respeito mútuo, comércio e cooperação”, disse o senador.

Anteriormente tinha sido noticiado que o senador Inhofe tinha bloqueado a primeira escolha da administração Trump, o académico Peter Pham, por desacordos sobre a situação no Sahara ocidental.

Inhofe tem defendido no passado o direito à população dessa zona à autodeterminação.

Até agora a posição de Secretário de Estado Assistente para Assuntos Africanos tem sido ocupada interinamente por Donald Yamamoto

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG