Links de Acesso

Trump enfrenta pedido de abertura de processo de impugnação


Presidente e líder da Câmara dos Deputados voltam a enfrentar-se

O Presidente americano, Donald Trump, promete divulgar nesta quarta-feira, 25, o teor da conversa telefónica mantida com o seu homólogo da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, e na qual terá citado o nome do antigo vice-Presidente e pré-candidato democrata à Casa Branca, Joe Biden e seu filho.

O telefonema, no qual supostamente terá pedido a Zelensky que investigue os negócios do filho de Biden, em troca da ajuda americana, entretanto, suspensa, despoletou um pedido acerca de um possível processo de impugnação a Trump.

A presidente da Câmara dos Deputados, a democrata Nancy Pelosi, anunciou ontem o pedido de abertura de processo, um primeiro passo concreto entre as diversas tentativas dos democratas de iniciarem um processo de impugnação do Presidente.

Pelosi descreveu o comportamento do Presidente como uma “traição ao seu juramento de posse, uma traição à nossa segurança nacional e uma traição à integridade de nossas eleições”.

Donald Trump contra-atacou rapidamente no Twitter, classificando o inquérito como “lixo de caça às bruxas”.

A conversa foi revelada na semana passada por uma reportagem do jornal "Wall Street Journal".

Para se afastar um Presidente dos Estados Unidos, mais da metade dos deputados da Câmara devem aprovar a proposta, mas a perda do cargo só ocorre com aprovação de dois terços dos senadores, em julgamento assistido pelo presidente do Supremo Tribunal.

O Senado, no entanto, é controlado pelos republicanos que apoiam Trump.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG