Links de Acesso

Trump diz que Kim Jung-un pediu desculpas pelos mísseis, horas antes de um novo teste


Este é o quarto teste com mísseis balísticos da Coreia do Sul em duas semanas

O Presidente Donald Trump disse neste sábado, 10, que o líder norte-coreano Kim Jong-un apresentou um "pequeno pedido de desculpas" pelo recente lançamento dos mísseis de Pyongyang e acrescentou que ele está aberto a retomar as negociações sobre o programa nuclear de Pyongyang.

Kim fez essas considerações numa carta enviada ao Presidente americano, na quais, segundo Trump, o líder norte-coreano disse "muito gentilmente, que ele gostaria de se encontrar e começar as negociações assim que os exercícios conjuntos dos Estados Unidos e da Coreia do Sul terminarem".

No Twitter, Trump escreveu que “foi uma longa carta, em que, em grande parte, ele se queixou dos exercícios ridículos e dispendiosos”.

Novo teste

As declarações do Presidente americano foram feitas horas depois de a Coreia do Norte ter disparado mais um míssel balístico, que caiu no mar, mas a carta terá sido anterior.

Foi o quinto teste feito por Pyongang em duas semanas e o sétimo desde o mês de Maio.

Os governos da Coreia do Sul e do Japão voltaram a manifestar as suas preocupção com os testes que consideram uma ameaça à sua segurança.

Há três semanas, o Presidente Trump considerou que os testes com mísseis de curto alcance não constituem qualquer ameaça, apesar de as sanções do Conselho de Segurança das Nações Unidas proibirem qualquer actividade nuclear da Coreia do Norte.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG