Links de Acesso

Trump diz que conluio não é crime


Donald Trump (esq) e Paul Manafort (dir) em campanha

Presidente reitera não haver conluio no dia em que seu antigo director de campanha começa a ser julgado

O Presidente americano, Donald Trump, disse nesta terça-feira, 31,que "conluio não é crime" e voltou a negar qualquer ligação da campanha dele a elementos do Governo russo nas eleições de 2016.

A suposta ligação entre membros de sua campanha ao Kremlin para favorecer a sua vitória em 2016 é investigada pelo Departamento de Justiça.

"Conluio não é um crime, mas isso não importa porque não houve conluio (excepto pela Hillary desonesta e os democratas!)", voltou a escrever no Twitter.

Entretanto, a CIA e o FBI confirmaram o envolvimento de russos no processo eleitoral e foram indiciados cidadãos russos por hackearem computadores do Partido Democrata e prejudicarem a candidata Hillary Clinton.

Nesta terça-feira, começou o julgamento de Paul Manafort, ex-director da campanha de Donald Trump.

Ele enfrenta acusações de fraude bancária e fiscal relacionadas com as suas actividades de lobista a favor do antigo Governo pró-russo do ex-Presidente ucraniano Viktor Yanukovytch.

Contra ele pesam acusações por falsas declarações de impostos, por não informar o Serviço Interno de Imposto sobre contas bancárias no Chipre e noutros países, com o objectivo de ocultar milhões de dólares em rendimentos por suas actividades em favor de Yanukovytch.

Manafort declara-se inocente e o julgamento deve durar cerca de três semanas.

Manafort foi também o responsável por aproximar Jonas Savimbi e a UNITA da Administração americana, nos anos de 1980 durante o mandato do republicano Ronald Reagan.

Manchetes Americanas 31 Julho: Ex chefe de campanha de Trump começou a ser julgado
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:00 0:00

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG