Links de Acesso

Trump critica Muller e diz não haver motivos para ser impugnado


Presidente americano fala a jornalistas

O Presidente americano Donald Trump rejeitou nesta quinta-feira,30, a possibilidade levantada por democratas de início de um processo de impuganção contra ele após a investigação relativa à Rússia, dizendo que não fez nada para merecer tal resultado.

Em declaração a jornalistas nos jardins da Casa Branca antes de uma viagem ao Colorado, Trump criticou fortemente as declarações do procurador especial dos Estados Unidos Robert Mueller que ontem disse que se tivesse certeza que o Presidente não tinha cometido crime, ele o teria escrito no seu relatório.

Mueller não acusou Trump de obstrução da Justiça, assim como não esclareceu o caso.

Questionado sobre a possibilidade de sofrer impeachment, Trump disse: “Não sei como... É uma palavra suja, nojenta, repulsiva... É um imenso assédio presidencial.”

Ele mencionou as normas da Constituição no que diz respeito a um Presidente poder ser acusado por “crimes de primeiro grau e contravenções”.

“Não houve crime algum. Não houve contravenção alguma”, garantiu o Presidente, que afirmou que Robert Muller não devia ter sido escolhido por não gostar dele (Trump).

Ele considerou que Mueller é amigo próximo do ex-diretor do FBI James Comey, que Trump demitiu semanas depois de assumir o cargo no início de 2017.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG