Links de Acesso

Trump chama de "ficção" livro de jornalista investigativo sobre a Casa Branca


Donald Trump

Bob Woodward diz que Governo está sob "colapso nervoso"

O Presidente americano classificou de "ficção" o livro do jornalista investigativo Bob Woodward, a ser lançado em breve, e que descreve Donald Trump como chefe de Estado "inculto, raivoso e paranoico, que ministros e colaboradores se esforçam em controlar para evitar suas saídas de tom".

O jornal "Washington Post", que obteve uma cópia da obra escrita por quem, junto com Carl Bernstein, revelou o escândalo de Watergate, que desencadeou a demissão do republicano Richard Nixon, publicou alguns trechos que não deixam Trump numa boa posição.

Ele escreve que, por exemplo, depois de uma reunião com o Presidente sobre a Coreia do Norte, o secretário de Defesa, Jim Mattis, disse, exasperado, ao seu círculo próximo que Trump comportou-se como um "aluno de quinto ou sexto ano".

"Fear: Trump in the White House"
"Fear: Trump in the White House"

Segundo Woodward, depois do ataque químico de abril de 2017 atribuído ao regime do Presidente sírio Bashar al-Assad, Trump supostamente ligou para o general Mattis e lhe disse que queria assassinar Assad, tendo, depois, o secretário de Defesa afirmado que o exército faria algo mais comedido.

Woodward descreve assim em seu livro intitulado "Fear: Trump in the White House" (Medo- Trump na Casa Branca) a frustração que vive de forma recorrente o Chefe de Gabinete, John Kelly, tradicionalmente o homem mais próximo ao presidente na "Ala Oeste".

O presidente Trump já reagiu dizendo que tudo não passa de falácias e mentiras.

"Ficção", foi como Donald Trump classificou o livro frente a perguntas a jornalistas nesta quarta-feira, 5.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG