Links de Acesso

Trump avisa China que é homem-tarifa"


Xi Jinping e Donald Trump na Argentina

Presidente admite estender trégua com a China para conseguir um acordo comercial

O Presidente americano Donald Trump disse nesta terça-feira, 4, que se um acordo comercial com a China for possível, ele será feito, mas que se ambos os lados não resolverem as disputas, ele recorrerá a tarifas.

Trump revelou aos seus assessores comerciais que sob o comando do negociador-chefe com a China, o representante de Comércio dos EUA, Robert Lighthizer, um “real acordo” com a China é possível.

“Mas se não for, lembre-se, eu sou um homem tarifa", afirmou.

O Presidente indicou que se opõe a uma extensão da trégua de 90 dias que ele e o presidente chinês, Xi Jinping, concordaram no fim de semana e que congelará tarifas enquanto um acordo mais amplo é negociado.

“As negociações com a China já começaram. A menos que sejam estendidas, elas terminarão 90 dias a partir da data de nosso maravilhoso e caloroso jantar com o Presidente Xi na Argentina”, revelou Trump no Twitter.

Os dois líderes concordaram no fim de semana a um "cessar-fogo" na guerra comercial que, através de tarifas, levou à interrupção de um fluxo de centenas de bilhões de dólares em bens entre as duas maiores economias do mundo.

Trump e Xi disseram que vão segurar a imposição de novas tarifas por 90 dias, enquanto procuram uma solução para a disputa comercial.

O Presidente americano disse que a China deve começar a comprar produtos agrícolas imediatamente e cortar as suas tarifas de 40 por cento sobre importações de carros dos EUA.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG