Links de Acesso

Trump apadrinha assinatura de Acordos de Abraão entre Israel, Emirados Árabes Unidos e Barhein


Assinatura dos acordos na Casa Branca

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, apadrinhou nesta terça-feira, 15, na Casa Branca, a assinatura de acordos de normalização de relações diplomáticas entre Israel e dois países árabes, Emirados Árabes Unidos e Bahrein.

"É um dia importante para o mundo", disse Trump duas vezes na cerimónia que culminou um longo processo por ele intermediado.

Em inglês, Netanyahu agradeceu ao Presidente americano várias vezes “pela liderança decisiva", e disse que os tratado são históricos para o mundo inteiro, citando ainda a possbilidade de mais acordos com outros Estados árabes.

O ministro dos Negócios Estrangeiros dos Emirados Árabes Unidos, Sheikh Abdullah bin Zayed al-Nahyan, em árabe, também agradeceu a Trump e seus ministros, e destacou a interrupção da anexação de territórios palestinianos.

Por seu lado, Abdullatif Al Zayani, ministro dos Negócios Estrangeiros do Bahren também expressou agradecimento a Trump, a quem ele atribui a assinatura do tratado.

Acordos de Abraão

Além dos tratados bilaterais, conhecidos por Acordos de Abrãao, em homenagem ao patriarca das três principais religiões monoteístas do mundo, o primeiro-ministro israelita e os ministros de Relações Exteriores dos dois países árabes, assinaram também um acordo trilateral.

Emirados Árabes Unidos e Bahrein são assim os primeiros países árabes a estabelecer relações diplomáticas com Israel depois do Egito, em 1979, e da Jordânia, em 1994.

A Autoridade Palestiniana pediu aos países árabes para boicotarem o evento em Washington e convocou protestos.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG