Links de Acesso

Trump admite que encontro com Kim Jung-un pode não acontecer


Anúncio feito após encontro com Presidente da Coreia do Sul

Presidente americano reconhece dificuldades

O Presidente americano, Donald Trump, afirmou nesta terça-feira, 22, que a cimeira com o líder norte-coreano, Kim Jong-un, pode atrasar ou não acontecer caso certas condições não sejam cumpridas.

A reunião está prevista para acontecer a 12 de junho, em Singapura.

"Veremos o que acontece (com a cúpula). Há certas condições que queremos que se produzam. Acredito que conseguiremos essas condições. E, se não, não teremos a reunião", destacou Trump em declarações aos jornalistas ao receber na Casa Branca o presidente sul-coreano, Moon Jae-in.

"Se não acontecer agora, talvez possa acontecer mais tarde", acrescentou o Presidente, para quem, qualquer anúncio será feito em breve.

"A Coreia do Norte tem a oportunidade de ser um grande país e eu acho que eles deveriam aproveitar a oportunidade", disse ele, quem manifestou a sua vontade de "comprometer a Coreia do Norte a desnuclearizar o país durante um curto período de tempo".

No dia 16, a Coreia do Norte suspendeu as conversações de alto nível com a Coreia do Sul, citando como motivo exercícios militares conjuntos de Seul com os EUA.

O regime de Kim Jung-un também pôs em dúvida a cimeira marcada com Donald Trump para 12 de Junho.

Pyongyang vê os exercícios como um treino de invasão do Norte e uma provocação em meio à melhoria de relações entre as duas Coreias.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG