Links de Acesso

Trump adia o discurso sobre o Estado da União depois da abertura total do Governo


Presidente aceita proposta da líder da Câmara

Paralisação parcial entra no 34o. dia

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, decidiu aceitar o adiamento de seu discurso anual sobre o Estado da União para depois da abertura total do Governo federal, que dura há 34 dias, como proposto pela presidente da Câmara dos Deputados, a democrata Nancy Pelosi

"Vou fazer o discurso quando terminar a paralisação do Governo. Não procuro um lugar alternativo para o discurso do Estado da União porque não há nenhum lugar que possa competir com a história, tradição e importância da Câmara Baixa. Espero fazer um 'grande' discurso de Estado da União no futuro próximo", anunciou Trump no Twitter nas primeiras horas desta quinta-feira, 24.

A posição do Presidente surge depois de ter enviado uma carta a Pelosi, na qual afirmava que iria fazer o discurso no Capitólio, apesar do pedido para que fosse adiado.

No começo do mês, Nancy Pelosi convidou Donald Trump para fazer o seu discurso anual a 29 de Janeiro como é tradição, mas depois pediu o adiamento e sugeriu que o Presidente o fizesse o por escrito, por causa da paralisação do Governo federal.

Cerca de 800 mil funcionários federais estão sem salários.

Alguns tiveram que tirar férias forçadas ou trabalham sem remuneração, nos casos em que as suas posições são consideradas essenciais.

Hoje, republicanos e democratas vão apresentar dois projectos de resolução para reabrir o Governo, mas não se espera que nenhuma deles seja aprovado.

Donald Trump e Democratas mantêm braço-de-ferro
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:52 0:00

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG