Links de Acesso

Trump acusa China de tentar impedir a sua reeleição e de apoiar Joe Biden


Presidente Donald Trump fala com a Reuters no Salão Oval

O Presidente americano, Donald Trump, disse acreditar que a forma como a China lidou com o coronavírus é uma prova de que Pequim "fará tudo o que puder" para que ele perca a eleição presidencial em novembro.

Em entrevista à agência Reuters, na quarta-feira, 29, Trump criticou o Governo chinês e revelou estar a analisar diferentes opções de represálias contra Pequim.

"Eu posso fazer muitas coisas", assegurou o Presidente, que responsabilizou, uma vez mais, a China pela pandemia que matou, até hoje, pelo menos 61 mil pessoas nos Estados Unidos e levou a economia americana à sua pior maior recessão desde 1929.

"A China fará o possível para que eu perca essa disputa", assegurou Trump, afirmando acreditar que Pequim quer que o seu adversário democrata, Joe Biden vença a eleição para aliviar as tarifas que ele impos à China.

"Eles estão constantemente a fazer relações públicas para tentar parecer que são inocentes", concluiu o Presidente.

Fim de trégua

A Reuters citou um funcionário da Administração Trump como tendo dito que os presidentes americano e chinês concordaram fazer “uma trégua” durante uma conversa telefónica mantida em março, mas a mesma parece ter terminado.

Na altura Trump e Xi prometeram que seus governos fariam todo o possível para cooperar no sentido de conter o coronavírus, no entanto, nos últimos dias, Washington e Pequim trocaram acrusações cada vez mais fortes sobre a origem do vírus e a resposta que ambos deram à pandemia da Covid-19.

C/Reuters

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG