Links de Acesso

Tropas do Ruanda começam a chegar hoje a Cabo Delgado


Vila de Palma

Governo do Ruanda fez o anúncio, mas Maputo ainda não se pronunciou

O Governo do Ruanda, informou nesta sexta-feira, o início hoje do envio de um contingente de mil membros da Força de Defesa do Ruanda (RDF) e da Polícia Nacional do Ruanda (RNP) para a província moçambicana de Cabo Delgado.

Em nota publicada no site e no Twitter do Governo, Kigali justifica o envio com um “pedido de Moçambique” e lembra que a região é “actualmente afectada pelo terrorismo”.

“A Força Conjunta trabalhará em estreita colaboração com as Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) e as forças da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) em sectores de responsabilidade designados”, acrescenta a nota, sublinhando que o contingente “apoiará os esforços para restaurar a autoridade do Estado moçambicano através da realização de operações de combate e segurança, bem como de estabilização e reforma do sector de segurança (SSR).

O Governo do Ruanda diz que está a ajudar Moçambique surge na sequência da assinatura de vários acordos entre os dois países em 2018, e “está alicerçado no compromisso do Ruanda com a doutrina da Responsabilidade de Proteger (R2P) e com os Princípios de Kigali de 2015 para a Protecção de Civis”.

A VOA contactou o Ministério dos Negócios Estrangeiros e o Ministério da Defesa de Moçambique, mas sem sucesso.

Mas uma fonte do Ministério da Defesa indicou que o ministro encontra-se em Cabo Delgado.

Por outro lado, o Alto Comissário do Ruanda em Moçambique, equiparada a embaixador, Claude Nikobisanzwe, contactado pela VOA, remeteu-nos para o comunicado do Governo.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG