Links de Acesso

Tribunal Supremo angolano confirma sentença contra réus acusados de terrorismo


Palácio da Justiça, Luanda

Advogado de defesa vai pedir liberdade condicional por terem cumprido metade da pena

O Tribunal Supremo de Angola chumbou o recurso da defesa dos seis cidadãos condenados por actos terroristas a três anos de prisão em 2017.

O acórdão do tribunal considera haver matéria suficiente para a manutenção da pena aplicada.

O advogado Sebastião Assureira disse à VOA que vai pedir a liberdade condicional dos condenados pelo facto de terem já cumprido metade da pena,

Presos em 2016,Tribunal provincial de Luanda condenou os quatro réus em Dezembro do ano passado com o argumento de que 25 das 35 acusações contra eles tinham sido dadas como provadas tendo.

O Ministério Público sustentou que os réus divulgaram ideologia extremista e que terão prestado juramento ao Estado Islâmico, o que eles sempre negaram.

Dois dos seis acusados foram considerados inocentes

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG