Links de Acesso

Trabalhadores de empresa ligada a José Eduardo dos Santos protestam por falta de salários


Trabalhadores do SGO em frente à empresa

Cerca de 350 trabalhadores apontam o dedo à passividade da justiça angolana

Mais de 100 funcionários do grupo Odilson Santos (SGO), empresa do grupo Saninvest, pertencente à Fundação Eduardo dos Santos (FESA), protestaram na manhã desta quarta-feira, 24, em Luanda contra a falta de pagamento de um ano de salários.

Na sede da empresa, eles também apontaram o dedo ao que dizem ser passividade da justiça em decidir sobre o despedimento de mais de 100 trabalhadores.

No total são mais de 350 trabalhadores que exigem o pagamento de um ano de salários.

Trabalhadores de empresa da Fundação de José Eduardo dos Santos propotestam por falta de pagamento de salários
Trabalhadores de empresa da Fundação de José Eduardo dos Santos propotestam por falta de pagamento de salários

Jorge da Cunha, porta-voz do Secretariado Executivo do Sindicato dos Trabalhadores dos Transportes Rodoviários e Afins de Luanda (STTRAL), diz que eles exigem igualmente a devolução do fundo social e as indeminizações àqueles que foram despedidos sem justa causa.

“O nosso protesto visa reclamar as indeminizações de trabalhadores que foram despedidos sem justa causa, a devolução do fundo da caixa social e o salário em atraso de um ano, nós abrimos processo no tribunal e no Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, mas até agora nem água vem nem água vai”, denunciou Cunha, que acusa a direcção da SGO de não dialogar por não ter condições para pagar aos funcionários.

A VOA tentou contactar a direcção da SGO mas sem sucesso.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG