Links de Acesso

Três meses após as eleições, guineenses aguardam novo Governo


Crise política continua

Há três meses os guineenses foram às urnas escolher os seus deputados e, por conseguinte, o Governo, mas desde então continuam à espera que o Presidente indique o novo primeiro-ministro.

Enquanto a crise política ameaça perpetuar-se, no dia-a-dia os cidadãos enfrentam uma forte crise económica e greves sucessivas.

Nas ruas de Bissau, os guineenses disseram à VOA do seu descontentamento com a situação.

O Presidente José Mário Vaz continua a advogar ser necessária a composição completa da mesa da Assembleia Nacional Popular antes de proceder à nomeação de um novo Governo, argumento que é contestado pela maioria parlamentar que junta o PAIGC, o APU-PDGB, a União para Mudança e o Partido Nova Democracia.

“As expectativas antes das eleições eram grandes e esperava-se que tudo iria ser resolvido, mas está a acontecer o contrário”, explica o sociólogo e professor universitário, Diamantino Lopes, para quem “quando a expectativa está defraudada, há uma ruptura psicológica”.

Lopes acrescenta ainda que o actual impasse político também está a ter reflexos negativos junto dos guineenses, frustrando, assim, o eleitor.

“O eleitorado guineense está agora numa situação de angústia e de espectativa muito baixa, tanto mais que admite-se a hipótese de o primeiro-ministro não ser indicado pelo partido vencedor das eleições”, concluiu aquele sociólogo.

Refira-se que nesta segunda-feira, 10, dia em que arrancou mais uma greve, agora dos profissionais do Hospital Nacional Simão Mendes que pedem o pagamento de quatro meses de salários em atraso e a integração de colegas demitidos, o Presidente José Mário Vaz partiu para a Guiné Equatorial para participar na Mesa Redonda de Contribuintes do Fundo Fiduciário da Solidariedade Africana.

Antes da sua partida, Vaz assegurou aos lideres religiosos, com os quais se reuniu, que vai proceder, antes de sexta-feira, a uma sessão de auscultação aos partidos políticos, representados no Parlamento, com vista à nomeação de um novo primeiro-ministro.

Fórum Facebook

Poderá gostar também

XS
SM
MD
LG