Links de Acesso

Sul da Califórnia atingido por dois fortes terramotos em dois dias


Terramoto na Califórnia. 4 de Julho 2019

O tremor de terra de magnitude 7.1 que atingiu o sul da Califórnia na sexta-feira, 5 de Julho, foi o mais forte dos últimos 20 anos e, segundo as autoridades, as réplicas poderão ser sentidas durante vários anos.

De acordo com a sismologista Lucy Jones, o terramoto de sexta-feira foi dez vezes mais forte que o terramoto de magnitude 6.4 que atingiu as duas cidades de Mojave Desert - Ridgecrest e Trona – na quinta-feira, 4 de Julho.

Milhares de pessoas em Ridgecrest estão sem energia eléctrica e em Trona as autoridades aconselharam os residentes a consumir apenas água engarrafada.

Os terramotos danificaram edifícios, causaram incêndios e ruíram estradas, mas não houve registo de fatalidades até ao momento.

Jones diz que houve pelo menos duas réplicas de magnitude 5 depois do terramoto de sexta-feira.

Apresentadores de telejornal apanham susto em directo

Embora o terramoto tenha atingido o sul da Califórnia, Los Angeles - a cerca de mil milhas do epicentro – também sentiu a terra tremer. Na altura, o canal local da CBS emitia o seu telejornal em directo e os dois apresentadores apanharam o susto das suas vidas.

Todo o edifício tremeu, atentos ao equipamento à sua volta e ao tecto, eles tiveram que colocar-se debaixo da mesa do estúdio e interromper a emissão.

Susto em jogo dos Dodgers

No estádio dos Dodgers, os fãs assistiam a um clássico do baseball entre a equipa da casa e os San Diego Padres, quando todo o estádio tremeu.

A autoridades dizem o último tremor de terra foi sentido no norte da Califórnia em Sacramento, a leste do Estado em Las Vegas, bem como bastante a sul, no México.

O governador Gavin Newsom pediu à Casa Branca que seja declarado estado de emergência para a Califórnia.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG