Links de Acesso

SOS-Habitat acusa a polícia de perseguir os seus membros


Angola Demolições Luanda Viana

A organização não-governamental revelou que cerca de 8 mil famílias foram desalojadas no último ano.

A SOS-Habitat diz-se ameaçada por defender e denunciar actos de desalojamentos forçados em Luanda.

please wait

No media source currently available

0:00 0:02:39 0:00
Faça o Download

A polícia da capital angolana não confirmou nem desmentiu a possível existência de queixas-crimes contra as perseguições dos seus activistas.

Rafael de Morais, coordenador da organização, diz que já denunciou as perseguições e pede aos supostos agentes para parem com tais actos.

O activista, que junto de várias entidades da sociedade civil, apresentou ontem um relatório sobre os desalojamentos entre 2013 e 2014, afirmou que o Executivo angolano despejou nesse período cerca de 8 mil famílias depois delas terem criado condições básicas de habitabilidade.

XS
SM
MD
LG