Links de Acesso

Sonangol sofre ataque cibernético que pode ter afectado informação sensível


Empresa confirma ataque e diz ter tomado medidas

A petrolífera angolana Sonangol foi alvo de um ataque cibernético entre quarta-feira e quinta-feira desta semana que terá deixado paralisada a empresa pelo menos em quase dois dias.

A notícia é avançada pela agência Angop e pelo Novo Jornal na sua edição desta sexta-feira, 7, com a agência pública de notícias a informar ter recebido uma nota da Sonangol a informar que a Direcção de Tecnologias de Informação tomou de imediato várias medidas cautelares para protecção dos activos críticos, entre elas o shutdown (desligar) dos seus sistemas informáticos e rede de comunicações.

O documento da empresa pública acrescenta que “continuam os trabalhos de restabelecimento da infra-estrutura e reposição dos serviços críticos" e promete fornecer mais informações "tão logo seja possível”.

Entretanto, o Novo Jornal revela que os piratas informáticos terão tido acesso a sete mil computadores e, de acordo com uma fonte citada, a Sonangol teme que os piratas possam ter tido acesso, também, a informações privilegiadas dos clientes, facto que poderá provocar danos à reputação da empresa, bem como eventuais prejuízos financeiros.

Não houve ainda qualquer reacção do Governo.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG