Links de Acesso

Sonangol sem resposta para falta de combustíveis


A falta de combustível agudiza-se em várias cidades de Angola, incluindo na capital onde longas filas se formam em frente a bombas de gasolina.

Falta de gasolina em Luanda - 2:31
please wait

No media source currently available

0:00 0:02:31 0:00

O público e gerentes de bombas de gasolina continuam a não saber o porquê da falta de gasolina.

O deputado Leonel Gomes disse que a situação é o resultado de incompetência e que a direcção da Sonangol se devia demitir.

.Recentemente numa conferência de imprensa a Sonangol já dava sinais de que as suas subsidiárias de logística e distribuidora estavam no vermelho financeiramente.

O economista Faustino Mumbica disse que “independentemente das razões há escassez do produto e a deficiência é de gestão”.

“A Sonangol não pode fugir a sua responsabilidade", disse.

O jurista e deputado Leonel Gomes diz que o problema está com os que governam e a melhor maneira de se resolver isso seria a demissão.

"Enquanto tivermos governantes que só olham para os seus interesses ou para as suas barrigas vamos continuar com problemas sérios como este “, disse afirmando que a falta de combustíveis acontece ciclicamente em Luanda “uma vez por ano” enquanto “lá na fonte, no Zaire e Cabinda esse problema é diário".

Leonel Gomes disse ser óbvio que “há qualquer coisa que está errado e o problema não está com os governados mas sim com os governantes”.

“Eles não querem realizar ou que é realizável ou não têm capacidade e se não têm capacidade são incompetentes”, disse

“Se tivessem um pingo de moral e de ética deviam se demitir”, acrescentou

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG