Links de Acesso

Sociedade civil e partidos políticos na Huíla esperam empenho e diálogo do novo governador


Nuno Mahapi Dala (esq) e Luís Nunes (dir), passagem de testemunho no Governo da Huíla, Angola

Nuno Mahapi Dala realiza primeira visita a um município depois da posse como governador da província

No dia em que faz a primeira deslocação oficial em serviço ao município da Cacula, onde deve inaugurar uma escola de 12 salas de aulas no quadro do PIIM, a sociedade civil e políticos na Huíla abordam o próximo mandato de Nuno Mahapi Dala à frente dessa província angolano.

Sociedade civil e políticos avaliam novo governador da Huíla – 1:45
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:45 0:00


O presidente da Associação Agropecuária, Comercial e Industrial da Huíla, (AAPCIL), Paulo Gaspar, diz que a classe empresarial está pronta a colaborar.

“É praticamente um filho da terra, conhece os dossiêrs porque fez parte desta governação e acredito que ele vai querer ser bem referenciado, daí que acreditamos num bom trabalho e nós, classe empresarial, estamos 100 por cento disponíveis para trabalhar com ele para o apoiar”, afirma Gaspar,

Para Hilário Cachindele, pastor evangélico, Nuno Dala, tem pela frente uma tarefa difícil num contexto social e económico adverso das populações.

“Olhar naquilo que é o necessário principalmente suprir as necessidades da população. Estou a falar das duas componentes muito importantes: energia e água”, recomenda aquele líder religioso.

Por seu lado, o secretário provincial do Sindicato Nacional de Professores (SINPROF) na Huíla, João Francisco, sabe que há questões que ultrapassam a competência local, mas lembra que a classe necessita de outro tipo de atenção.

“Os professores não precisam apenas de dinheiro, precisam de carinho de um incentivo de um governante de uma palavra amigável faz bem a qualquer um de nós”, afirma Francisco.

No campo político, a UNITA, na oposição, espera mais abertura ao diálogo da parte do novo gestor.

“O governador Luís Nunes dialogou pouco com a oposição. Ele praticamente ignorou a oposição durante o seu mandato e eu quero esperar que o governador Nuno, até por ser jovem, dialogue mais e nós estamos disponíveis para contribuir para podermos também trazer algumas situações que se calhar o Governo não consegue constatar”, estima o secretário provincial da UNITA na Huíla, Augusto Samuel.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG