Links de Acesso

Sinprof acusa Governo angolano de não respeitar compromisso assumido em Abril


Guilherme Silva vai devolver a palavra aos docentes

Em causa a publicação do Estatuto dos Agentes da Educação prevista para Junho, o que não aconteceu

O Sindicato dos Professores de Angola (SINPROF) denunciou esta manhã o incumprimento das promessas feitas pelo Executivo à classe docente que esteve na origem da suspensão da greve realizada em Abril.

SINPROF avia de possivel nova greve - 1:57
please wait

No media source currently available

0:00 0:01:57 0:00

Entre as promessas não cumpridas está a publicação em Junho do Estatuto dos Agentes da Educação em Junho de 2018 e os professores e o sindicato adverte que os professores podem condicionar a realização das provas do segundo trimestre, prevista para final deste mês.

Gulherme Silva disse à VOA que o SINPROF vai devolver a palavra aos professores para decidirem o rumo a tomar “pelo facto de o Executivo não ter publicado no Diário da República o Estatuto dos Agentes da Educação no prazo acordado.

Sem precisar a data nem a medida a ser tomada, Guilherme Silva, alerta que “o não cumprimento dos prazos acordados poderá comprometer as relações entre as partes e condicionar a realização das provas do II trimestre”.

Em comunicado o Sindicato Nacional dos Professores apela "os professores a manterem a serenidade e coesão".

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG