Links de Acesso

Sindicato de polícias do Paraná pede transferência de Lula da Silva para unidade do exército


Sede da Polícia Federal em Curitiba onde antigo Presidente está preso

Organização diz que segurança de pessoas que vivem perto do local está em risco

O Sindicato dos Delegados da Polícia Federal do Paraná (SinDPF/PR,), no Brasil, pediu nesta quarta-feira, 1, a transferência do antigo Presidente Lula da Silva para uma unidade das Forças Armadas.

Na base deste pedido feito ao superintendente da corporação no Estado, Maurício Valeixo , está a segurança das pessoas que vivem nos arredores da sede da Polícia Federal (PF), onde Lula da Silva cumpre uma pena de 12 anos e um mês de prisão desde o passado sábado.

“Há comprovados riscos à população que reside no entorno do prédio da PF, aos policiais federais e demais integrantes do sistema de segurança pública que moram nas imediações da sede da Polícia Federal”, diz o comunicado do sindicato.

A nota acrescenta que “alguns invasores que já se instalaram com barracas e determinada estrutura estão promovendo acções no sentido de intimidar estas pessoas.

Moradores do local têm reclamado da presença dos manifestantes, que passam o dia em discursos e assistindo espectáculos que defendem o antigo presidente.

Segundo o SinDPF/PR, desde que o petista foi levado à Superintendência, tem havido "invasão" da região próxima ao prédio por "centenas de pessoas ligadas a movimentos sociais e outras facções, por questões de segurança, foi determinado o bloqueio de acessos e demais medidas assecuratórias, causando graves inconvenientes e atrasos nos atendimentos e cações policiais".

O sindicato acrescenta que "a medida mais acertada seria a transferência imediata do ex-presidente para uma unidade das Forças Armadas, que possua efetivo e estrutura à altura dos riscos envolvidos".

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG