Links de Acesso

Sindicato Nacional dos Professores de Angola suspende greve geral


Professores de Malanje em assembleia do Sinprof (Foto de Arquivo)

Sinprof e Ministério da Educação chegam a acordo para actualizaçaão das categorias até 2023

O Sindicato Nacional dos Professores de Angola (Sinprof) suspendeu a greve geral marcada para começar na segunda-feira, 26, depois de ter chegfado a acordo com o Ministério da Educação.

As duas partes assinaram no sábado, 24, um memorando que permite a actualização das categorias de 181.624 agentes da Educação entre Maio de 2021 e Janeiro de 2023, de acordo com o tempo de serviço correspondente ao enquadramento de cada agente no sector, a definir num regulamento próprio.

"O Sinprof compromete-se em suspender a efectivação da greve declarada para o dia 26 de Abril, no acto de assinatura do memorando, e conceder uma moratória ao Executivo, conforme compromisso assumido, podendo retomar a greve em caso de incumprimento", diz o sindicato na sua página no Facebook.

No comunicado o Sinprof divulgou o "cronograma de acções" que tem início em Maio com a discussão e aprovação do regulamento das promoções, seguidas da recolha de documentos em Junho e Julho, análise documento nos dois meses seguintes e efectivação na base financeira a partir de Janeiro de 2022 e durante um ano.

O caderno reivindicativo do Sinprof tem como principal ponto a valorização do tempo completo de serviço de todos os professores e, para tal, o acordo define a criação de uma comissão de trabalho, a todos os níveis, integrados por membros do Ministério da Educação.

As partes assumiram o compromisso de continuar a discussão dos demais pontos constantes no caderno reivindicativo, até a sua resolução efectiva.

Na terça-feira, 20, o Sinprof e o Ministério da Educação tinham mantido um encontro que não terminou em acordo.

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG